Siga e compartilhe

Você já ouviu falar em Disbiose Intestinal?



dieta da biblia

A Disbiose surge como consequência da irritação do cólon do intestino. A doença é causada por problemas relacionados à alergia a certos tipos de alimentos. Os alimentos não bem tolerados pelo organismo liberam substâncias que caem na corrente sanguínea e desencadeiam a doença.

Os processos alérgicos ainda não são bem conhecidos; apesar da semelhança entre os sintomas da maioria das doenças provocadas por fatores ligados à alergia. Em geral, a alergia tem causa física associada à liberação substâncias químicas denominados mediadores.

Nessa doença, os sintomas são usualmente intestinais: acúmulo de gases, alteração dos movimentos normais do intestino e distensão da alça abdominal. Esta última pode resultar no aumento do volume do intestino.

A parede do intestino (ou flora intestinal) também é responsável pela síntese de  vitaminas.  Se a flora intestinal estiver comprometida, não ocorre a síntese de vitaminas importantes como as do Complexo B. Se isso ocorrer com muita frequência, pode haver falta dessa vitamina, o que resulta em anemia e outras complicações orgânicas. Outro problema é a absorção anormal de toxinas (liberadas pelas fezes) que atrapalham o funcionamento adequado do intestino. Uma das consequências desse quadro é o surgimento de problemas de pele como a acne, coceiras (urticárias) ou lesões articulares que podem evoluir para artrite reumatoide ou outras doenças relacionadas ao sistema imunológico.

O tratamento para Disbiose é feito a partir de dieta específica com acompanhamento médico ou de um nutricionista. Os vegetais folhosos, grãos e cereais precisam ser incluídos em maior quantidade na dieta. Alimentos processados e industrializados; carne e derivados, leite e ovos devem ser evitados.

Além da dieta, a hidrocolonoterapia (ou lavagem do cólon) para eliminação de restos de fezes pútridas também é aconselhável e tem se mostrado satisfatório para minimizar os efeitos da Disbiose.

 

 


Faça sua Avaliação

Redes Sociais

Faça seu Comentário