Siga e compartilhe

Melhores tratamentos através do método Pilates



receita caseira calculo renal

O método Pilates tem sido praticado por um grande número de pessoas a fim de conseguir melhorias no funcionamento dos órgãos do corpo, no alívio de dores, na redução do estresse diário, etç.

Porém, será que essa técnica tão atrativa é aconselhada para todas as pessoas ou existem limitações?

Segundo os médicos e profissionais da área, é bom ter alguns cuidados específicos antes de começar a praticar atividades físicas de qualquer tipo. E, para o Pilates, esse cuidado pode trazer mais segurança e garantia de resultados melhores.  Mas, o método é indicado até mesmo para crianças acima de 12 anos após avaliação e indicação médica, já que o Pilates traz benefícios como a correção de desvios na postura infantil.

Outros casos em que o Pilates pode ser útil são:

1.Mulheres grávidas: é aconselhável somente após o primeiro trimestre de gestação. Nessa fase, o feto já está praticamente formado e a mulher já está mais segura quanto aos movimentos que pode executar com segurança. Além disso, os exercícios físicos vão ajudar no fortalecimento da estrutura da coluna vertebral para sustentar o aumento de peso até o final da gestação.

2.Terceira Idade: Muitos são os benefícios que podem ser conquistados com a prática do Pilates: diminuição da dor, correção da postura, alívio da ansiedade e estresse diário, fortalecimento de músculos, articulações e ossos, etç.

3.Sedentários: Quem está há muito tempo parado e precisa de um estímulo para começar a se exercitar, encontra nesse método uma boa opção, principalmente quanto ao menor risco de lesões musculares. O Pilates torna-se um incentivo a mais, já que as vantagens se complementam tanto no âmbito físico, como no psicológico.

4.Pacientes que fizeram cirurgias: o método é aconselhável devido ao baixo impacto e a dinâmica das atividades. Auxilia na recuperação de tratamento de articulações e de recuperação de cirurgias de ombro, joelhos, etç

5.Problemas na Coluna Vertebral e Hérnia de Disco: pode ser praticado mediante avaliação específica do Ortopedista e junto com medicamentos antiinflamatórios. Porém, exige-se uma avaliação criteriosa, pois os movimentos e os exercícios, mesmo sendo suaves, devem ser executados com bastante cuidado e atenção. Erros nos exercícios podem acarretar problemas seríssimos nos nervos e ramos entre as vértebras.


Faça sua Avaliação

Redes Sociais

Faça seu Comentário