Siga e compartilhe

Entenda porque refresco “em pó” prejudica a saúde



Dietaesaude_refrescos

Os refrescos em pó ou de pacotinhos (tipo Tang ou Ki-suco) se tornaram populares no mundo todo, no mínimo, há uns 20 anos. Essa evolução foi bem mais comum nas cidades, visto que, o estilo de vida urbano é bem mais adepto aos alimentos práticos, rápidos e, de preferência, que dêem menos trabalho para preparar.

Porém, com o passar do tempo e com o uso constante de tais produtos, essa praticidade pode revelar consequências danosas ao organismo, se considerarmos certos hábitos alimentares que não aparentam o real perigo que apresentam, como é o caso dos refrescos. Por isso, é aconselhável consumir sucos naturais e evitar refrescos, sucos em caixas ou mesmo as polpas de frutas produzidas industrialmente.

Só como exemplo, vamos analisar alguns elementos presentes na composição dos refrescos (suco em pó) e assim que você for ao supermercado, reserve um tempinho e confira os rótulos desses produtos.

Antes, confira no quadro abaixo a diferença entre refrescos e sucos:

Sucoempó_Dsaude

MOTIVOS PARA EVITAR REFRESCOS (EM PÓ):

1. Contém aditivos químicos, conservantes que causam manchas na pele e alergias

2. Contem acidulantes (derivados de ácidos) e corantes para acentuar o falso sabor natural. Os acidulantes inibem a ação das vitaminas e minerais da alimentação. Além disso,  podem provocar azia e má digestão.

3. São extremamente açucarados e calóricos.

4. Alguns contém cafeína, um tipo de estimulante. A cafeína em excesso e ainda misturada com produtos químicos agride a parede do estômago e provoca úlceras.

5. Refresco em pó, assim como os refrigerantes, não têm nenhum valor nutricional. São apenas uma mistura de água e produtos químicos com essência para dar um “falso” sabor de fruta. Alguns desses produtos até estimulam o surgimento do câncer.

 

 

 


Faça sua Avaliação

Redes Sociais

Faça seu Comentário