Siga e compartilhe

Dieta Paleolítica – Uma das dietas que viraram “Modinha”

dieta paleo

dieta paleo

Saiu na Vogue sobre esta dieta bem curiosa (quase engraçada). E bem, se saiu na Vogue a gente já sabe que virou modinha pelo menos entre as endinheiradas (ou que fingem ser…) espalhadas pelo mundo. O nome não engana;  dieta paleolítica como  faz-se supor prega  o objetivo de retornar a alimentação tal qual era nos tempos Paleolíticos; ou seja nos tempos  das  cavernas.

Eu já havia lido uma ou outra  vez sobre essa dieta e achei graça. Passado algumas semanas percebi que  mais engraçado é que a dieta – ainda que meio, como se pode dizer… exótica – havia pego! Com a promessa de conseguir deixar o  corpo sequinho e com saúde; os seguidores apareceram em tempo recorde; e a dieta espalhou-se criando uma gama alta de adeptos.

A dieta é bem similar a Dieta da Bíblia (outra dieta que também acho uma graça) e corta todos os alimentos que não existiam nesta época tão primitiva que remonta. Considerando que se os alimentos acrescentados – após centenas de séculos  – na alimentação moderna não faziam falta na época das cavernas, eles também não são necessários e nem fazem bem ao organismo atualmente.  É aí que a dieta para de ser engraçada , fica séria; e passa a  fazer muito sentido.

Cortam-se os alimentos  industrializados, cereais, massas, leite e derivados, açúcar, batata e leguminosas. Mantêm-se carnes vermelhas e os  peixes – só que tudo bem  light (ou ” Paleo Diet”) , servido crus ou defumados tendo como acompanhamento das refeições sempre muita  salada de folhas, com frutas e raízes ricas em fibras, oleaginosas e ovos.

As opiniões da dieta acabam dividindo-se em dois grupos distintos que vão de 8 a 80: alguns afirmam que a dieta Paleolítica ” reduz diabetes, desacelera doenças autoimunes e melhora a digestão, a pele, o sono, a disposição física e a libido”; enquanto outros contestam considerando que se a dieta fosse mesmo tão boa os homens daquela época não teriam uma expectativa de vida tão baixa (em torno de 25 anos).

Considerando os perigos desta época das cavernas, a falta de segurança,saneamento, higiene, proteção e informação  dos homens deste período, cai por água abaixo a ideia de que a curta expectativa de vida devesse apenas à alimentação. Até pra contestar essa dieta é hilária! Fato é: a dieta das cavernas, apesar de soar um pouco ridícula no primeiro momento, é realmente muito interessante e válida.

Faça sua Avaliação

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 1,00 out of 5)
Redes Sociais

Faça seu Comentário