Siga e compartilhe

Dieta Ortomolecular



Dieta Ortomolecular

A dieta ortomolecular é uma alternativa que vem ganhando adeptos com o passar dos anos. A premissa é que ocorra uma junção de fatores relacionados com o emagrecer; tais como rejuvenescer a pele, promover a regularização hormonal, evitar o envelhecimento precoce e diminuir os níveis de stress.  Uma dieta extremamente recomendada por um simples motivo: funciona realmente.

Não são se trata de regras milagrosas e nem de emagrecer do noite para o dia, mas de realizar um acompanhamento sazonal, retirar alimentos nocivos do dia a dia, preocupar-se com o organismo e com a forma que ele lida com seu próprio sistema imunológico. A dieta ortomolecular  prima na  retirada dos alimentos industrializados da alimentação trocando-os pros vegetais e  legumes; ou seja; por uma alimentação – de preferência orgânica – e funcional. Com isso cria-se um sistema onde o metabolismo pode ser acelerado e os radicais livres eliminados. Desta forma há também o fortalecimento do sistema imunológico.

Inclui-se nas refeições suplementos à base de magnésio, zinco, cobalto e vitaminas do complexo B como forma de complementação da dieta ortomolecular. Não apenas o corpo é preparado para eliminar impurezas e gorduras; como também torna-se fortalecido contra doenças e a ação do tempo; ganhando energia extra e tornando seu adepto uma pessoa mais ativa e rejuvenescida.

Muitas atrizes e famosas estão aderindo a esta dieta que tornou-se a queridinha das celebridades que não preocupam-se apenas em manter-se magras, mas também na questão do manter-se jovens. Entre as personalidades conhecidas há casos longevos de adetos da dieta ortomolecular; como o caso da  atriz Letícia Spiler – orientada pelo médico  francês Albert Laport –  que há mais de cinco anos cuida do seu corpo apenas com esta iniciativa. Muito bem sucedida, diga-se de passagem.


Faça sua Avaliação

Redes Sociais

Faça seu Comentário