Siga e compartilhe

Dieta do Óleo de Coco – Funciona ?



dieta-oleo-de-coco

 

A dieta óleo de coco virgem é mais uma dieta da moda. Uma publicação de pesquisadores dos Estados Unidos levaram o óleo de coco à fama quando se fala em emagrecimento.

Pesquisadores da Universidade de Columbia adicionaram o óleo de coco virgem a bolinhos, consumidos por voluntários.
“O estudo mostrou que aqueles que ingeriram os bolinhos emagreceram além do esperado. Na região do abdômen, a perda de centímetros foi sete vezes maior, quando comparada ao grupo que não incluiu o óleo de coco na rotina alimentar.”

Além deste fato verificado pelo estudo, sabe-se também que o óleo de coco é indicado para diminuir os triglicérides e o mau colesterol.

O óleo de coco também é termogênico (acelera a queima de gordura) e é um poderoso antioxidante. É também rico em ácido láurico, um tipo de gordura de ação antibacteriana, antifúngica, antiviral e antiprotozoária.

Como consumir:

Utilize o óleo de coco para cozinhar, como substituto das gorduras convencionais, ou tome duas colheres de sopa em jejum. O sabor dele é agradável.

É importante ressaltar que os benefícios estão no óleo de coco virgem. “O óleo de coco é dividido em duas categorias: refinado e virgem. A versão refinada é obtida a partir do coco seco (sem umidade), chamado de copra, e não mantém suas propriedades benéficas.

Apesar de algumas publicações ressaltarem os benefícios do óleo de coco, outras não recomendam:

O endocrinologista Alfredo Halpern, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e autor do livro Pontos Para o Gordo, é mais taxativo. “O óleo de coco é uma grande enganação. É rico em gorduras saturadas, ou seja, em excesso faz mal, e não tem nenhuma dessas propriedades sobre as quais as pessoas vêm falando. É uma gordura como outra qualquer: pode ser consumida, mas também é capaz de engordar o indivíduo”, afirma.


Faça sua Avaliação

Redes Sociais

Faça seu Comentário