Siga e compartilhe

Dieta do Jejum – Existe e está na Moda



dieta do jejum

Contrariando tudo que se sabe sobre dietas, saúde e qualidade de vida; a dieta do jejum caiu com uma bomba nos Estados Unidos ganhando adeptas entre a high Society, celebridades em diversas áreas e  famosas hollywoodianas como Gwyneth Paltrow e Salma Hayek; e  inclusive no Brasil seguida por Glória Maria que já é adepta desde 2001. A dieta é uma variação da – já comentada aqui no Dieta & Saúde – Dieta da Luz. A premissa e ficar sem comer – em jejum completo – por um período que pode estender-se por até dez dias.

Quando as orientações médicas de nutricionistas, endocrinologistas e profissionais especializados em geral; ditam que se deve alimentar-se com porções menores de três em três horas pois de outra forma não há emagrecimento; a dieta do Jejum refuta isto completamente. O Dr. Andre Weil, diretor do Centro de Medicina Integrada da Universidade do Arizona e médico de uma série de nomes famosos  mundialmente; afirma categoricamente que esta concepção de dieta  convencional que estamos acostumados trata-se mais de um padrão que nos foi enraizado no subconsciente, uma lenda urbana, “um senso comum”. Segundo Weil:

As pessoas acham que fazer seis refeições diárias significa comer o dia todo. Além disso, raramente escolhem porções de vegetais ou alimentos preparados em casa, preferindo comidas industrializadas e ricas em carboidratos.

O médico defende que o jejum deve ser feito pelo menos duas vezes por semana, podendo tomar um café da manhã ou mesmo um almoço frugal e tornar a alimentar-se apenas no dia seguinte. Além disso ingerir muito líquido é permitido bem como caldos (de carne, principalmente) e chás. Essa dieta tem fundamento científico e de fato emagrece bastante, mas não pode sob hipótese alguma ser feita sem orientação médica de um profissional especializado.


Faça sua Avaliação

Redes Sociais

Faça seu Comentário