Siga e compartilhe

DIETA: composição dos alimentos e emagrecimento



As propriedades bioquímicas dos alimentos, ou seja, o conteúdo específico de cada nutriente é fundamental para determinar a importância dele na redução ou no ganho de peso. Pesquisas indicam que um alimento não calórico pode afetar a dieta atrapalhando a absorção de outro nutriente e deixando a pessoa com fome. Analisar bioquimicamente um alimento em termos de influência em dietas de emagrecimento foge ao objetivo do site; mas, convém alertar para a busca do conhecimento sobre o correto balanceamento das refeições, o que é essencial para o sucesso em qualquer dieta. Saber o que comer e o porquê dessa escolha é o primeiro passo para emagrecer com saúde e manter o resultado por mais tempo.

A dieta ortomolecular (publicada anteriormente no site)  tem conquistado espaço na mídia mundial, até porque muitas celebridades adotam esse tipo de dieta. E, o objetivo da dieta ortomolecular é restaurar o equilíbrio bioquímico do organismo controlando a ingestão dos alimentos, conforme a função específica de cada Grupo de alimentos. Essa dieta fortalece o sistema cardiovascular, previne o colesterol, problemas renais e hepáticos e melhora o funcionamento do intestino. Ainda fortalece e melhora a aparência da pele, cabelo e unhas.

“A dieta baseada na química dos alimentos é interessante porque nutre o corpo com todas as classes de nutrientes” afirmou um pesquisador recentemente.

O diferencial é  substituir os alimentos industrializados pelos frescos, carboidratos integrais e dá preferência à proteína magra, sem gordura, como peixes, ave, avestruz e clara de ovo.

Os alimentos industrializados ou processados tipo salsicha, presunto, carne vermelha e gema de ovo devem ser evitados ao máximo.

 


Faça sua Avaliação

Redes Sociais

Faça seu Comentário