Siga e compartilhe

Chá de Sene: mitos e verdades – Parte 2



Esclarecendo dúvidas sobre efeitos colaterais do chá de Sene

No Artigo anterior sobre  este assunto listamos alguns mitos e verdades sobre o uso do Sene.

Como são muitas as informações, é comum surgirem controvérsias quanto à função dessa poderosa plantinha originária da África e utilizada desde a antiguidade para diferentes finalidades: cólicas, excesso de gases intestinais (ou flatulência), prisão de ventre (ou constipação) e dietas ou programas de emagrecimento.

Logo, é muito importante saber algumas peculiaridades dessa substância e o modo mais seguro de usá-la.

 2. O Sene vicia o intestino: o  chá não deve ser usado diariamente nem por longos períodos porque irrita o intestino, provoca cólicas e distensão abdominal. Assim, o seu uso pode causar dependência, sim. Por isso, o Sene  não deve ser usado continuamente, mas no máximo por uma semana ou dez dias, conforme a necessidade.

3. Pode ser tomado pela manhã: depende da quantidade de chá e dos hábitos intestinais de quem vai usar. Há maior chance de precisar ir ao banheiro mais vezes. Quem vai estar em locais de difícil acesso ao sanitário, deve usar o chá em casa ou durante a noite.

4. Não faz mais efeito em jejum: independente de ser usado em jejum ou não, o efeito do Sene não altera muito. O que pode aumentar ou diminuir é a quantidade de gases ou de volume fecal.

5. Pode ser usado na gravidez e lactação: Não há nada que comprove o contrário. Inclusive, existem alguns medicamentos específicos para tratamento e alívio de cólicas em bebês que são compostos por Sene. Nos primeiros meses de gestação aconselha-se usar moderadamente o chá porque pode provocar muitas cólicas. Também não está ainda comprovado por estudos científicos se o Sene passa para o leite durante a amamentação.

Mesmo os remédios naturais possuem efeitos colaterais sobre o organismo e alguns ainda não estão bem claros. Portanto, evite a automedicação. Em caso de dúvidas, sempre procure orientação médica ou de algum profissional que possa auxiliá-lo.

 


Faça sua Avaliação

Redes Sociais

Faça seu Comentário